quarta-feira, 3 de julho de 2013

Como conservar seu vinho depois de aberto

O que fazer com aquele vinho você abriu e não conseguiu beber até o final?

Sabemos que depois de aberto, o vinho em contato com oxigênio, acelera seu processo de oxidação e vai se avinagrando aos poucos, até ficar intragável para o nosso consumo. Embora este processo demore, podemos sentir que no dia seguinte o vinho mudou e ficou mais acido, perdendo seus aromas.
Para manter as características de seu vinho por um maior tempo, sugerimos algumas medidas:

- Se percebeu que não vai beber tudo de uma vez, tire a quantidade que deseja beber, reserve em um decante ou jarra e lacre ou feche o mais rápido possível a garrafa. Evite ao máximo o contato da bebida com o oxigênio.

- Guarde na geladeira, de preferência em um lugar sem luz.O resfriamento ajuda a diminuir a velocidade de oxidação. 

- Não coloque na porta da geladeira. Evite movimentar o vinho. A agitação facilita o contato com o oxigênio.

- A garrafa deve ficar sempre na vertical, para reduzir ao mínimo a superfície em contato com o oxigênio que já está em seu interior.

- Evite usar a rolha do próprio vinho, já deve estar furada além de apresentar dificuldade de ser novamente encaixada. Tem no mercado, rolhas especiais de metal ou borracha.
Salva-Vinhos

- Um instrumento que tenho usado e que facilita muito a vida é o chamado Salva-vinhos. Ele usa uma bomba que tira o ar de dentro da garrafa e cria um vácuo, o que diminui a quantidade de oxigênio no interior da garrafa e retarda o processo de oxidação.

- O vinho quanto mais jovem é, mais rápido o seu processo de oxidação. Ou seja, os vinhos de maior complexidade e com maior tempo em barricas duram mais tempo depois de aberto.

Enfim, o ideal é beber o vinho no mesmo dia em que foi aberto, mais se isso não for possível, esperamos que as dicas acima sejam úteis para manter seu vinho com qualidade por mais tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário