segunda-feira, 27 de junho de 2016

Vinho & Forró - Rio Sol e Trio Forrozão

O inverno mal chegou e a temperatura já baixou bastante no Brasil. O clima frio pode ser ideal para um bom vinho e excelentes comidas. Em nosso país, nessa época do ano é o tempo de festa junina, uma tradição que conta com comida boa, bebida e muito forró.

Por isso, hoje escrevemos esse post especial para homenagear o Trio Forrozão, um patrimônio da cultural popular. Na estrada há 25 anos, o Trio Forrozão é um dos ícones do Forro Pé de Serra brasileiro. Sua composição atual conta Nicodemos, Edinho Xupa Kabra e Xiquinho Correa, lembrando sempre do falecido Bastos, importante personagem do Forró. O Trio Forrozão sempre é uma ótima referência para mim, quando se trata de festa junina. Então, quando for escolher a set list da festa junina da família, lembre-se deles.

E quem disse que vinho não combina com forró? O vinho que escolhi para casar com Trio Forrozão é o Rio Sol Reserva 2011, um vinho nordestino, com bastante personalidade. Ele é um corte de Cabernet Sauvignon, Syrah e Alicante Bouschet, que passa por um estágio de seis meses no carvalho francês. Um vinho nordestino, equilibrado, barato e agradável.

Muitas pessoas tem preconceito com os vinhos do Vale do São Francisco. Acho que nenhum preconceito é útil na vida, muito menos nos vinhos. Por isso, peço a atenção de vocês para o custo beneficio de alguns vinhos do Vale do São Francisco, em especial os espumantes roses, que possuem ótimo preço no mercado.

O Rio Sol Reserva 2011 é outro vinho que tem um bom custo benéfico, facilmente encontrado abaixo dos 30 reais nos mercados cariocas. Ele também pode ser uma ótima opção para esse inverno e principalmente para esquentar as festa juninas da família.

Buscamos aliar o útil ao agradável, vinho & forró é uma combinação perfeita. Deixando de lado a imagem elitista, formal ou engomadinha, o vinho pode ser popular, descontraído e acompanhar muito bem uma noite de arrasta pé.

Viva o São João!



  video

quarta-feira, 15 de junho de 2016

TOP TEN EXPOVINIS - Conheça os 10 melhores vinhos do evento

Acontece em São Paulo até amanhã, dia 16 de junho, a 20ª edição do ExpoVinis Brasil, maior feira de vinhos realizada na América Latina. O evento traz ao Brasil alguns dos principais produtores vitivinícolas do mundo e reúne os players do segmento para conhecer as novidades e discutir o setor.

Uma das notícias mais aguardadas do evento acaba de ser divulgada: são os vencedores do TOP TEN ExpoVinis Brasil 2016, que indica osmelhores rótulos da feira em dez categorias: Espumante Nacional, Espumante Importado, Branco Nacional, Branco Importado, Rosado,Tinto Nacional, Tinto Novo Mundo, Tinto Velho Mundo (dividida nas subcategorias ‘Península Ibérica’ e ‘Itália, França, entre outros’) eFortificados e Doces.

Um júri formado por importantes profissionais do mundo do vinho, como o premiado Manoel Beato, sommelier-chefe do grupo Fasano, esteve reunido durante 2 dias para escolher os melhores vinhos do ExpoVinis Brasil. Completam a lista de jurados Marcelo Copello (Revista BACO), Celito Guerra (Embrapa-RS), José Luiz Borges (ABS-SP), José Luiz Pagliari (SENAC-SP), José Maria Santana (revista Gosto), Márcio Oliveira (Site Vinotícias), Mario Telles Junior (ABS-SP), Ricardo Farias (ABS-Rio), Roberto Gerosa (Blog do Vinho), Marcel Miwa (Prazeres da Mesa) e Luiz Horta (O Globo).

O renomado consultor Jorge Lucki – único membro brasileiro da tradicional Académie Internationale du Vin – presidiu o júri do concurso e participou da avaliação.

Entre os destaques deste ano está o espumante Gran Legado Brut Champenoise, vencedor pela terceira vez da categoria ‘Espumante Brasileiro’. Confira abaixo a lista completa dos vencedores:

Espumante Brasileiro
Gran Legado Brut Champenoise
Produtor: Gran Legado Vinhos e Espumantes
Preço: R$ 50,00

Espumante Importado
Hunters Miru Reserve
Importador: Premium Wines
Preço: R$ 275,00

Branco Brasileiro
Don Guerino Sinais Sauvignon Blanc
Produtor: Vinícola Don Guerino
Preço: R$ 39,90

Branco Importado 
Gomila Single Vineyard Selection Sauvignon Blanc
Importador: P&F Wineries
Preço: R$ 98,00

Rosado 
Domaine D’Estienne Coteaux Varois en Provence 2015
Sem importador no Brasil

Tinto Brasileiro 
Lidio Carraro Agnus Tannat
Produtor: Lidio Carraro Vinícola Boutique
Preço: R$ 50,00

Tinto Novo Mundo 
Survalles Ballena Azul Family Reserve
Sem importador no Brasil

Tinto Velho Mundo – Península Ibérica
Bodegas Pinord Clos del Mas
Importador: Grupo Pão de Açúcar
Preço: R$ 120,00

Tinto Velho Mundo 
Castelvecchio Il Brecciolino
Importador: Bodegas Selecionadores de Vinhos
Preço: R$ 245,00

Fortificados e Doces
Quinta do Sagrado Vintage 2011
Importador: Brascod
Preço: R$ 429,00

Fonte: EXPOVINIS

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Enladrillado Reserva Cabernet Franc - Carmenere 2014 #CBE

Vinícola: Peralillo Wines
País: Chile
Região: Valle do Maule
Tipo: Tinto
Uvas: Cabernet Franc(
60%) e Carmenere(40%)
Álcool: 13,5%
Preço: R$39,90


Em mais uma avaliações de vinho especialmente para Confraria Brasileira de Enoblogs (#CBE). Hoje trazemos o Enladrillado Reserva Cabernet Franc - Carmenere 2014, foi o vinho escolhido para o tema da Confraria de Junho/2016 e indicado por Deco Rossi, do site Winet. O tema definido foi: "Vinho de corte, com 50% ou mais de Cabernet Franc".

O Valle do Maule fica a 300km ao sul de Santiago. O vinho em questão trás uma clara referência ao Parque Nacional Altos del Lircay, importante reserva natural próxima aos Andes na região do Maule. A vinícola fica em San Raphael. A região não tem um grande destaque no mapa do vinho no Chile, no entanto está chamando a atenção ultimamente, principalment
e com a casta Carignan, vale conferir.

Vamos ao vinho. Ele apresenta uma coloração rubi com reflexos brilhantes. No olfato trás o eucalipto da carmenere, toques apimentados, algo defumado e caramelo. Na boca é equilibrado, apresenta um bom corpo com acidez na medida e o tanino presente e domado. A fruta marca presença num final de boca agradável e de razoável persistência.

É um vinho que apresenta as características das duas uvas no corte com equilíbrio. Me pareceu bastante honesto e voltaria a compra-lo de novo. Simples, barato e gostoso. 

 Visual
Rubi com reflexos brilhantes
 Olfato
Eucalipto, toques apimentados, defumado e caramelo
 Gustativo
Equilibrado, acidez na medida e o tanino presente e domado. Final de boca frutado, agradável e de razoável persistência.
 Harmonização
Carnes vermelha leves.

Por Jonas Magalhães