quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Harmonizando vinho com Tagliatelle com sardinha, alho e salsinha refogada.

Tagliatelle com sardinha, alho e salsinha refogada.

Coloque a água da massa para ferver.

Pique um punhado de salsinha e dois dentes de alho.

Deite um fio de azeita na panela e coloque o alho pra perfumar o azeite.

Quando sentir o aroma, coloque a salsinha e sinta o perfume que vai subir. Agradeça por mais esse dia de vida e coloque todo o conteúdo de uma lata de sardinha inclusive o óleo ou azeite (recomendo fortemente a marca de sardinha portuguesa Bon Apetit; vende no Mundial e custa só um pouco mais que as de menor sabor).

Quanto melhor a sardinha, mas Deus vai abençoar o prato. Falei da pimenta? Pode colocar pimenta moída, ao gosto do freguês. Senta pimenta que não é pecado.

Refogue e com a colher determine o tamanho final da sardinha. Quanto menos mexer, mas rústico ficará. Eu mexo bem que é pra perfumar a casa dos vizinhos.

Jogue a massa na água fervendo e coloque o sal. Enquanto espera, rale o parmesão.

Em uma tigela, coloque parte do parmesão ralado e um ovo (se for ovo caipira fica melhor). Misture só o suficiente para mesclar tudo.

Escorra toda a água da massa e volte a panela. Acrescente a mistura de ovo com parmesão e misture até formar uma leve camada de molho cremoso, da mesma maneira como é feito no espaguete à carbonara.
Espere alguns segundos o ovo cozinhar no calor da massa.

Jogue o refogado de sardinha e finalize com um fio de azeite e parmesão.

Pronto.

Harmonização

Uma ótima dica para harmonizar um bom vinho com o Tagliatelle com sardinha é um vinho branco encorpado. Recomendo um Chardonnay com passagem em barrica de carvalho.

Foto e receita de Bruno Durante

Nenhum comentário:

Postar um comentário