terça-feira, 17 de julho de 2018

RUA SAPUCAÍ SEDIA A PRIMEIRA EDIÇÃO MINEIRA DO EVENTO ITINERANTE VINHO DA VILA




RUA SAPUCAÍ SEDIA A PRIMEIRA EDIÇÃO MINEIRA DO EVENTO ITINERANTE 
VINHO DA VILA, COM 200 RÓTULOS BRASILEIROS PARA DEGUSTAÇÃO

FESTA FOI INSPIRADA EM FESTIVAL ITALIANO E TEM O OBJETIVO
DE DIVULGAR VINÍCOLAS PEQUENAS E POUCO CONHECIDAS


Lançado há dois anos na hypada Vila Madalena, em São Paulo, o Vinho na Vila estreia em Belo Horizonte no fim de semana de 17 a 19 de agosto. O palco do evento itinerante será na não menos descolada rua Sapucaí, no bairro Floresta, em frente ao bar Benfeitoria, com direito à via fechada no sábado e no domingo. E os amantes de Malbec, Tannat ou Pinot Noir não vão se decepcionar: a edição mineira terá cerca de 200 rótulos nacionais para degustação.

Direto do Rio Grande do Sul, as vinícolas Luiz Argenta, Fin e Don Giovanni são algumas das presenças já confirmadas. “Levaremos rótulos premiados e ainda pouco conhecidos, para quebrar o tabu sobre vinhos nacionais. E o evento vem, ainda, desmistificar a ideia que vincula o vinho a ambientes requintados e caros. É uma bebida democrática que combina também ao ar livre, com cadeiras de praia e um clima leve e jovem”, comenta a chef Larissa Fin, idealizadora e produtora do Vinho na Vila. Para organizar a festa, ela se inspirou no Vino in Vila, tradicional festival italiano em que o principal objetivo é divulgar pequenos produtores.

O ingresso para o evento, a partir de R$ 50, é uma taça de cristal da Bohemia personalizada, que dá direito a duas horas de degustação, dentro do horário escolhido. Na sequência, o público pode comprar seus rótulos favoritos e curtir o restante da festa, com shows de jazz e blues, apresentações de DJs, palestras gratuitas sobre o universo do vinho e o lançamento do livro “Mulheres com Poder de Inspirar outras Mulheres”.

A experiência inclui ainda contato com os próprios produtores, possibilitando conhecer a história e as particularidades de cada garrafa. Outra atração imperdível será a “Pisa na Uva”, experiência que revive a técnica artesanal de produção da bebida e que promete encantar adultos e crianças. “O espaço Vila do Queijo vai reunir 15 expositores artesanais, com estandes de pães, queijos e embutidos, para harmonizar entre uma taça e outra”, antecipa Larissa.

Desde seu lançamento, em 2016, o Vinho na Vila já passou por São Paulo, Campos do Jordão, Florianópolis e acaba de voltar do Rio de Janeiro, onde foi um sucesso de vendas e de público. As próximas paradas confirmadas para este ano são Curitiba e São Paulo. Em Belo Horizonte, a expectativa da festa é reunir público de 5 mil pessoas, com 1,5 mil ingressos para degustações.


Sobre a idealizadora:

Larissa Fin é chef de cozinha e formada em enogastronomia em Roma, onde viveu por cinco anos. O destaque de sua experiência profissional é a vivência com produção de vinhos nos seguintes países: Brasil, Itália, França, Alemanha, Grécia, Espanha, Estados Unidos, Chile e Argentina. É responsável pelo marketing e expansão Comercial da Vinícola Fin, na região das Missões, no Rio Grande do Sul, empresa de propriedade de sua família.



SERVIÇO:

Vinho na Vila Belo Horizonte 2018

Data: sexta, 17 de agosto, das 13h às 21h; sábado, 18 de agosto, das 11h às 22h; domingo, 19 de agosto, das 11h às 20h

Local: Benfeitoria (rua Sapucaí, 153, Floresta, Belo Horizonte)

Ingressos: de R$ 50 a R$ 80 (valores variam conforme lote e horário)

Compras pelo site: centraldoseventos.com.br/events/show/vinhonavila

Mais informações: vinhonavila.com.br

Redes sociais: facebook.com/vinhonavila / instagram.com/vinhonavila

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Imprensa internacional elege Susana Balbo como uma das mulheres mais influentes do mundo do vinho

Susana Balbo, a primeira e mais importante enóloga da Argentina, acaba de ser eleita pela revista The Drinks Business como uma das 10 mulheres mais influentes do mundo do vinho, em razão por sua trajetória extensa e de sucesso na elaboração de vinhos, que chegam ao Brasil com exclusividade pelaCantu Importadora.

O artigo destaca seus méritos na carreira e seu estilo inovador na elaboração de rótulos com a uva Torrontés, o que lhe rendeu o apelido de Reina de Torrontés (Rainha da Torrontés), referência à uva argentina nativa que Susana ajudou a transformar no vinho branco varietal mais importante do país.

O Torrontés de Susana também está em matéria recente do influente jornal The New York Times, na reportagem especial ‘36 horas em Mendoza’, que recomenda uma visita aos vinhedos da Susana Balbo Wines em Luján de Cuyo e exalta o “brilhante e frutado” Torrontés, além do ícone BenMarco Expresivo.

Os dois vinhos foram destaque, ainda, em outra importante publicação internacional: o Master of Wine Tim Atkin – indicado entre os 5 especialistas em vinhos mais influentes do mundo – conferiu altas pontuações ao Susana Balbo Signature Barrel-Fermented Torrontés, que conquistou 95 pontos, e ao BenMarco Expresivo, que figura a lista com 93 pontos. Outros vinhos das linhas Signature, BenMarco, Nosotros e Crios também estampam, altamente pontuados, o ranking de Tim Atkin.

Os vinhos Susana Balbo Signature Barrel-Fermented Torrontés e BenMarco Expresivo custam, em média, R$ 200.

sexta-feira, 2 de março de 2018

Escola de Sommellerie CAFA de Bordeaux lança turmas no Rio de Janeiro no Américas Copacabana no próximo sábado

CAFA é uma Escola Internacional de Vinhos e Espirituosos criada em 1986 na cidade de Bordeaux, no coração do bairro histórico de Chartrons. A escola desde a sua origem está fortemente ligada à formação na área de Enologia, na qual oferece formações mais extensas, como a Formação Internacional de Sommeliers, a Graduação em Marketing Internacional de Vinhos e o Curso de Hotelaria e Restauração.
Além disso, há cursos mais rápidos que atendem aos curiosos sobre o tema do vinho, a enófilos que querem se aprofundar e aqueles que trabalham no ramo da Restauração, Comércio de Vinhos e Hotelaria que querem firmar os conhecimentos, mas têm agenda cheia para cursos com maior periodicidade. Para esse fim, foram criados os Passaportes 1, 2, 3 e 4 – que são cursos intensivos, que introduzirão o tema do vinho de forma sequencial complementar e evolutiva – isto é, vários aspectos da produção, envelhecimento, serviço, degustação e acompanhamentos de vinhos de várias regiões do mundo serão abordados ao longo dos quatro passaportes. Ao final, o aluno terá um domínio amplo do universo do vinho e, caso queira se especializar com mais profundidade, segue para as formações mais extensas.
A Escola encontra-se num momento de internacionalização e terá sua primeira versão latino-americana no Rio de Janeiro, representada pela especialista Míriam Aguiar, pesquisadora, com Doutorado e Pós-doutorado na área de vinhos, dois livros e vários artigos publicados na área e já professora de Enologia no Senac e na Associação Brasileira de Sommeliers.
As aulas vão acontecer aos sábados nas instalações do Américas Copacabana Hotel, de 9h às 17h. Cada passaporte terá a duração de três sábados. Ao final, o aluno será certificado após uma prova on line feita diretamente pelo Cafa Bordeaux. A cada semestre, o Cafa irá organizar ainda uma temporada de formação Master Class no Brasil, com a equipe de Bordeaux durante uma semana. CAFA é um Centro de Educação creditado pela ADEFIH (Associação para o Desenvolvimento do Emprego e da Formação na Indústria da Hotelaria) para conceder Certificados de Qualificação Profissional (CQP).
As inscrições estão abertas e as aulas da próxima turma acontecerão nos dias 03, 10 E 17 de março. O investimento é de R$ 900,00 e o Américas Hotel fica à Rua Barata Ribeiro 550. 


Mais informações: 
http://miriamaguiar.com.br/caf abrasil/ ou pelo email: cafabrasil@gmail.com.

Outras Informações:
Ana Cristina Rosado
anacristina.rosado@gmail.com/tel. (21) 986816203