Mostrando postagens com marcador Portugal. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Portugal. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Casa Américo Dão Rosé 2015

Vinícola: Casa Americo
País: Portugal
Região: Dão
Tipo: Rosé
Uvas: Tinta Roriz e Alfrocheiro
Álcool: 12%
Preço: R$81(VinhoSite)


Degustamos essa semana o Casa Américo Dão Rosé 2015, distribuído e vendido no Brasil pela Vinho Site.

Produzido na região do dão, uma região que tenho bastante apreço em Portugal. Usa-se as castas Tinta Roriz e Alfrocheiro em sua produção.

Casa Américo Dão Rosé 2015 apresenta uma coloração linda, um salmão brilhante. No olfato é bastante agradável com notas de frutas vermelhas como framboesa e morango. Na boca tem boa acidez, um doçor na medida e uma refrescância agradável. Um vinho bem elegante e equilibrado, gostei bastante.

quinta-feira, 9 de março de 2017

Ótima seleção do Vinho Clube de Fevereiro

Esse mês o VinhoClube caprichou, recebi dois ótimos vinhos. Talvez tenha sido a melhor seleção que recebi desde que iniciei essa experiencia com o VinhoSite.

Domaine Viranel Rendez-Vous 2014 foi um acerto e tanto. Há algum tempo tenho apreciado muito a casta Cabernet Franc, este vinho de Languedoc é um Assemblage com Cabernet Franc (50%) e Cabernet Sauvignon (50%), apresentou bem as características da casta. Um vinho elegante, leve e bastante agradável. Destaca-se com aromas de frutas vermelhas e especiarias no olfato e um bom final de boca.

Quinta do Ribeiro Santo Tinto 2014 foi o outro vinho tinto com boa complexidade que veio na seleção do mês. Já é o terceiro vinho da Ribeiro Santo que analiso no Simplificando Vinho e todos agradaram, uma vinícola de ótima qualidade. Quinta do Ribeiro Santo Tinto 2014 agrada pela sedosidade na boca e um final de boca bem persistente. Um vinho com ótima acidez e que acompanhou muito bem uma bruschetta de quatro queijos.


Saúde!

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Espumante Ribeiro Santo Brut

Vinícola:Magnum Wines
País:Portugal
Região:Dão
Tipo: Espumante
Uvas: Arinto e Bical
Álcool: 12%
Preço: R$(VinhoSite)


Chegamos ao fim do ano e hoje vamos falar de um espumante, que pode ser uma ótima opção para as festas de final de ano.

Experimente o Espumante Ribeiro Santo Brut. Confesso que não sou um adesista aos espumantes portugueses, raramente fujo dos espumantes nacionais. Mas para minha felicidade, o Espumante Ribeiro Santo Brut veio no Clube de vinhos da VinhoSite.

É um espumante refrescante com notas tropicais e algo de maça verde. Apresenta boa cremosidade na boca e se mantem vigoroso na taça por um bom tempo. Foi uma boa pedida para o calor do Rio de Janeiro.

terça-feira, 4 de outubro de 2016

Fonte do Nico Rosé 2015 #CBE

Vinícola: Cooperativa Agrícola Santo Isidro de Pegões
País: Portugal
Região: Península de Setúbal
Tipo: Rosé
Uvas: Castelão
Álcool: 12%
Preço: R$49,00(Hortifruti)

Esse pequeno post é especialmente para Confraria Brasileira de Enoblogs (#CBE). Hoje degustamos  o Fonte do Nico Rosé 2015, ele foi o Rosé escolhido para a Confraria de Outubro/2016. O tema foi indicado por Alexandre Takei, do blog Notas EtílicasO tema definido foi: "Rosé do Velho Mundo".
Vamos ao vinho: Apresentou uma coloração vermelho ferrugem. No olfato é tímido, com aromas de frutas vermelhas e algo vegetal. Na boca é fresco e saboroso, tem um frutado que vem acompanhado de uma mineralidade agradável. O final de boca é ligeiro.

Fonte do Nico Rosé 201 é um vinho simples, mas que agrada, ideal para dias quentes e descompromissados. 


 Visual
Vermelho ferrugem
 Olfato
Tímido com aromas de frutas vermelhas e algo vegetal
 Gustativo
Fresco e saboroso, frutado e boa mineralidade.
 Harmonização
Salada com salmão defumado.

Por Jonas Magalhães

domingo, 25 de setembro de 2016

Ribeiro Santo Branco 2015

Vinícola: Magnum Vinhos
País: Portugal
Região: Dão
Tipo: Branco
Uvas: Malvasia Fina e Encruzado
Álcool: 13%
Preço: R$84,00

Hoje abordaremos um vinho branco português. Derivado das castas Malvasia Fina e Encruzado, o Ribeiro Santo Branco 2015 não passa por barricas e vem do Dão, a primeira região demarcada de vinhos não licorosos de Portugal.

Vamos ao vinho: Na taça apresenta uma coloração amarelo palha translúcido, brilhante e límpido. No olfato é tímido, com aromas cítricos, algo de noz moscada e cera. Na boca é elegante, com untuosidade na medida, pequena acidez e sem erros.

Ribeiro Santo Branco 2015 é um vinho simples e fácil de beber, por isso acredito que atenda a diversos públicos. Também é fácil de harmonizar e vai bem com peixe ou massas leves.

Este vinho veio na Seleção Ouro de setembro do vinhoclube - que tem sido uma boa experiencia até aqui.



 Visual
Amarelo palha translúcido, brilhante e límpido.
 Olfato
Aromas cítricos, algo de noz moscada e cera.
 Gustativo
Elegante, com untuosidade na medida, pequena acidez e sem erros
 Harmonização
Massas leves e peixes não gordurosos.

Por Jonas Magalhães

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Tapada de Villar Tinto 2011

Vinícola: Quinta das Arcas
País: Portugal
Região: Alentejo
Tipo: Tinto
Uvas
: 40% Allicante Bouschet, 30% Touriga Nacional, 20% Aragonez, 10% Trincadeira
Álcool: 14%
Preço: R$36,00 (Bodega Express)


Uma perola alentejana. Tapada de Villar Tinto 2011 me surpreendeu positivamente. Um vinho rico e muito agradável à um preço acessível. 

Na taça me apresentou um cor rubi forte. No olfato é complexo, com aromas de frutas negras e vermelhas em compota, café e chocolate amargo. Na boca é suculento, ótimo corpo, taninos bem macios e final de boca prolongado e agradável.

Excelente custo beneficio, voltarei a comprar outras garrafas. Me agradou muito.



 Visual
 Rubi intenso
 Olfato
Frutas em compota, café e chocolate amargo
 Gustativo
Suculento, taninos macios e final de boca longo e agradável
 Harmonização
Queijos e carne

Por Jonas Magalhães

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Paulo Laureano Premium Tinto 2010

Vinícola: Paulo Laureano Vinus
País: Portugal
Região: Alentejo
Tipo: Tinto
Uvas: 
Aragonez 40%,Tricandeira 40%, Alicante Boushet 20%.
Álcool: 13%


Paulo Laureano é um famoso enólogo português, do Alentejo. Analisamos aqui um vinho que traz seu nome, na linha premium. Que passa por 6 meses estagio em barricas.

É um vinho que nos apresenta um visual intenso, rubi, bem brilhante. No olfato destaca os aromas de frutas em calda(destaque para a cereja), toque discreto de madeira. Na boca é elegante, equilibrado e repete o frutado do nariz. Com taninos macios e um final de boca agradável.

É um bom vinho, que vale o que se paga. Honesta sua relação custo-beneficio.


 Visual
Rubi intenso brilhante.
 Olfato
Frutas vermelhas em calda.
 Gustativo
Equilibrado, taninos macios e elegante.
 Harmonização
Pernil de porco.

Por Jonas Magalhães


quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Tapada dos Monges vinho verde tinto 2012

Vinícola: Manuel da Costa Carvalho Lima & Filhos Lda
País: Portugal
Região: Vinho Verde
Tipo: Tinto
Uvas: Vinhão, Amaral, Padeiro

Álcool: 12%
Preço: R$32,00(Bodega Express)


"Tapada dos Monges Tinto, um Vinho Verde jovem e fresco, com aromas intensos a frutos vermelhos e um paladar vinoso com um final de boca persistente muito agradável. Acompanha pratos de convívio tradicional." Produtor

Um vinho verde bem indicado, por uma amigo português. Assim que coloquei na taça percebi seu ponto alto: refrescância.

Apresenta uma cor rubi bem profundo e bem roxo, caí na taça com uma eferverscência, gerando boa quantidade de bolhas para um tinto. No olfato é ligeiro e pouco intenso, com aromas de frutas vermelhas. Na boca é bastante refrescante, presentando também na boca a eferverscência, agradável e com um final de boca com média persistência.

Um vinho interessante para o calor brasileiro, com um preço honesto a tua qualidade. 

Nota: 86/100
 

 Visual
Rubi bem roxo, bolhas.
 Olfato
Ligeiro, frutas vermelhas.
 Gustativo
Refrescante, agradável e média persistência.
 Harmonização
Comidas regional portuguesas


Por Jonas Magalhães

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Vila Vita Branco 2012

Vinícola: Herdade dos Grous
País: Portugal
Região: Alentejo
Tipo: Branco
Uvas: Antão Vaz (50%), Arinto (30%) e Roupeiro (20%)
Álcool: 12,5%
Preço: R$48,00


Alentejo é uma terra de bons produtores e excelentes vinhos. Cada vez se destacando mais no cenário internacional. 
Vila Vita Branco 2012 é idealizado por Luís Duarte , enólogo português bem conhecido. Um assemblage com três casta bem comum no Alentejo: Antão vaz, Arinto e Roupeiro. Um vinho de baixo teor alcoólico(12,5%), bem leve.

Na taça apresenta uma cor bem esverdeada e translucida. No olfato se destaca aromas de abacaxi e lima, com bons toques de jasmim. Na boca é sedoso e um leve amanteigado. Agradável, confirma o cítrico do olfato.

Um bom vinho branco, agradável e bem equilibrado. Sem decepção.


Nota: 86/100
 

 Visual
Esverdeado e translucido
 Olfato
Abacaxi e lima, com bons toques de jasmim
 Gustativo
Agradavel, equilibrado e citrico
 Harmonização
Harmonizei com batata recheada com queijo.

Por Jonas Magalhães

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Vinho Verde Cruzeiro Lima Tinto

Vinícola: Manuel da Costa C. Lima & Filhos
País: Portugal
Região: Região dos Vinhos Verdes D.O.C
Tipo:Tinto
Uvas: Vinhão, Borraçal, Amaral, Padeiro de Basto

Álcool:9%
Preço: R$21(Bodega Express)


O Vinho Verde, produzido exclusivamente na Região Demarcada dos Vinhos Verdes(D.O.C), constitui uma denominação de origem controlada cuja demarcação remonta a 1908. O Vinho Verde geralmente é leve e fresco, produzido no noroeste de Portugal, uma região costeira geograficamente bem localizada.

O Vinho Verde Cruzeiro Lima Tinto tem uma cor rubi brilhoso. No olfato apresenta aromas de frutas vermelhas, sem grande intensidade. Na boca é bem leve, refrescante, com acidez na medida e um toque mineral.

É um vinho bem interessante, pelo preço, propício para o clima brasileiro e vale uma a experiencia de experimentar o vinho de uma região tão peculiar. Há indicações para harmonizar com feijoada, devido sua acidez. Não testei, mais vale a dica.

Nota: 85/100
 

 Visual
 Rubi brilhoso
 Olfato
 Frutas Vermelhas pouco intenso
 Gustativo
 Leve, refrescante e um toque mineral
 Harmonização
 Feijoada

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

QUINTA DO CALEIRO RESERVA 2009

Vinícola: José Manuel Alves Teixeira
País: Portugal
Região: Douro
Tipo: Tinto
Uvas:Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinta Barroca e Touriga Nacional.
Álcool: 14%
Preço: R$34,00 (Bodega Express)


Um vinho que é produzido as margem do Rio Douro, em vinhedos antigos. Indicação de um amigo português e logo atendida.

O vinho apresenta na taça uma cor rubi com bordas violáceas. No olfato intensamente frutado: ameixa e cereja; levemente amadeirado. Na boca é macio, boa acidez, um pouco "quente" com álcool presente, frutas se fazem presente e o final de boca é de boa persistência. Melhorou bastante com a evolução na taça, vale a pena decanta-lo.

Representa um vinho honesto, valendo o que paguei. Acredito que seria melhor deixa-lo evoluir um pouco, comprarei outro para beber daqui uns anos.

Nota: 87/100
 

 Visual
 Rubi com bordas violáceas
 Olfato
 Frutado e levemente amadeirado
 Gustativo
 Equilibrado, boa acidez, levemente "quente" e boa persistência
 Harmonização
 A dica é o bacalhau

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Arco do Esporão Branco 2010

Vinícola:Herdade do Esporão
País: Portugal
Região:Alentejo
Tipo: Branco
Uvas: Antão Vaz, Roupeiro e Viosinho

Alcool: 13.5%
Preço: R$23,50


Comprei este vinho em uma promoção e incentivado pela tradição da vinícola, não tive dúvidas e leva-lo.
Vamos ao vinho: de cor amarelo palha com reflexos verdes. No olfato apresentou aromas cítricos(lima, sem muita intensidade. Na boca é equilibrado, bem fresco e com final de boca bom.
É um vinho honesto, porem sem uma grande complexidade.


Nota: 82/100

 

 Visual
 Amarelo palha com tons verdes
 Olfato
Citrico (lima)
 Gustativo
Equilibrado, fresco e bom final de boca
 Harmonização
Frutos do mar e carne branca.

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Vinho EA Reserva 2011

Vinícola: Cartuxa
País: Portugal
Região: Alentejo
Tipo: Tinto
Uva: Aragonez, Alicante Bouschet e Syrah
Álcool: 14,5%
Preço: 32,00


Um vinho da renomada Adega Cartuxa, produtora do conhecido Pera Manca. EA é a linha de entrada da vinícola, aqui analisamos o exemplar Reserva. Muito encontrado em super mercados. Por indicação de amigo português, resolvi experimentar.
Na taça me apresentou poucas lágrimas e uma cor rubi forte com borda violácea. No olfato o álcool destoa um pouco, mais notei leve toque de especiarias, cereja e um fundo com baunilha. Na boca é fresco, com taninos firmes e uma boa persistência.
Um vinho agradável, com um preço honesto.

Nota: 84/100

 Visual
 Rubi forte com borda violácea
 Olfato
 Especiarias, cereja e baunilha
 Gustativo
 Fresco, com taninos firmes e uma boa persistência
 Harmonização
 Sopas e Bacalhau ao forno

Por Jonas Magalhães

quarta-feira, 24 de julho de 2013

Crasto Etiqueta Negra Douro DOC 2009

Vinícola: Quinta do Crasto
País: Portugal
Região: Douro
Tipo: Tinto
Uva: Assemblage
Álcool: 14,5%

Preço: R$25,00(375ml) e R$52,00(750ml)

 
Um vinho do Douro, uma terra conhecida por produzir bons vinhos e tradicional em Portugal. Não confundir este exemplar com o Crasto Etiqueta Negra vinhas velhas, que é um vinho bem mais complexo e um valor bem superior.
Crasto Etiqueta Negra Douro DOC 2009 me apresentou na taça uma cor rubi intenso com bordas violáceas. No olfato o álcool se sobressaiu, de forma tímida se nota um aroma frutado, ameixa preta. Na boca é fresco, encorpado e potente. Nota-se um certo desequilíbrio com o álcool se destacando, final de boca com boa persistência e um toque de frutas vermelhas.
É um vinho forte, bom para acompanhar prato encorpados. Sendo honesto não acho um bom custo benefício, com preço praticado fora das promoções.

Nota: 82/100


 Visual
 Rubi forte e borda violáceas
 Olfato
 Álcool e frutas vermelhas(Ameixa)
 Gustativo
 Forte, fresco e final persistente. Álcool de destaca.
 Harmonização
 Massas e Carne Grelhada
Por Jonas Magalhães

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Quinta de Cabriz Reserva Tinto 2008

Vinícola: Quinta de Cabriz
País: Portugal
Região: Dão
Tipo: Tinto
Uva(s): Touriga Nacional, Tinta roriz e alfrocheiro
Álcool: 13.5 %


O Quinta de Cabriz é um vinho que sempre recomendo, um vinho com qualidades e se encontra a um preço mediano(R$48,00).
Na taça é um vinho brilhoso, com uma cor bonita, vermelho violáceo. No olfato tem aromas de madeira, reflexo dos seus nove meses em barrica de carvalho, tem um pouco de tostado também, com um fundo de frutas vermelhas, destaque para baunilha. Na boca é sutil, frutado e com uma média persistência. Evoluiu bastante na taça, sugiro decantar antes de beber.

Nota: 88

 Visual
 Vermelho rubi com bordas violáceas 
 Olfativo
 Madeira, Baunilha e Tostado
 Gustativo
 Frutado, equilibrado e bom final
 Harmonização
 Carnes e Massas




terça-feira, 11 de junho de 2013

Porca de Murça Tinto 2011

Produtor: Real Companhia Velha
País: Portugal
Região: Douro
Safra: 2011
Tipo: Tinto
Uva: Touriga Nacional,Touriga Francesa,Tinta Roriz e Tinta Cão.
Álcool: 13,5%


A tarefa de procurar bons vinhos e baratos não é fácil. Tentamos facilitar para os leitores, identificando os vinhos que experimentamos, gostamos e principalmente pagamos um bom preço.
Porca de Murça 2011 é um vinho com um excelente custo-beneficio. Vinho simples, entretanto apresenta qualidades e a um preço acessível(R$18,00). 
Fácil de beber, acompanha pratos do cotidiano ou qualquer bate-papo, proporcionando o prazer de um bom vinho.
É um vinho de cor rubi intenso, com lagrimas rápidas.  No olfato me apresentou morango, cereja e bastante frutas vermelhas. Na boca foi frutado, equilibrado, bem macio e fácil de beber.
Como disse: é um vinho barato que vale a pena experimentar e ter na adega.


Nota: 83/100


 Visual
 Lagrimas timidas e Rubi intenso
 Olfato
 Morango, framboesa e cereja
 Gustativo
 Equilibrado, macio e frutado
 Harmonização
 Massas

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Monte Velho Tinto 2011

Vinícola: Herdade do Esporão
País: Portugal
Região: Alentejo, Portugal 
Tipo: Tinto

Uva(s): Aragonês, Trincadeira, Castelão
Álcool: 14.0 %

Escrever sobre vinho é ótimo, especialmente quando falamos de um bom vinho e sobre tudo honesto, que poderá proporcionar bons momentos sem onerar muito ao nosso bolso.
O Monte Velho é uma ótima dica para quem quer compor sua adega com um vinho para todos os momentos. Já tinha bebido os anos anteriores, gostei especialmente de 2010 e 2008. O ano que aqui analiso (2011) não decepcionou, mostrou a regularidade da vinícola Esporão, uma das mais tradicionais de Alentejo.
Com um breve (06 meses) estagio em barricas (carvalho e inox), o vinho trás uma complexidade boa e com a característica de um bom vinho jovem.
No olfato é um vinho simples e agradável, sem grandes complexidades, me trouxe uma lembrança de terra molhada. Na boca é muito redondo, macio e com uma boa textura, fácil e gostoso de beber.
Vale cada centavo que custa, muito boa opção para compor sua adega.
Uma curiosidade que poucos sabem é que uma das uvas que compõe esse assemblage é a Tempranillo, uva da família da Vitis vinifera, uma das castas mais conhecidas da Península Ibérica. Originária do norte da Espanha, também é muito cultivada em Portugal, onde é geralmente conhecida como Aragonez, ou Tinta Roriz na região do Douro.

Nota: 84/100


 Visual
 Rubi 
 Olfativo
 Terra Molhada
 Gustativo
 Leve, macio, redondo 
 Harmonização
 Pizza










 

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Proeza Tradicional Dão 2010

Vinícola: Van Zeller 
País: Portugal
Região: Dão, Portugal
Tipo: Tinto
Uva(s): Touriga Nacional, Tinta Roriz e Alfrocheiro
Álcool: 13.0 %

Caro amigo(a), aqui escrevo minhas impressões sobre o Proeza Tradicional Dão 2010 que me saiu pela associação à um clube de vinho da internet por R$ 46,00. Desde já deixo minha opinião sobre o preço: acho que é honesto, vale o que se paga, sem entrar no debate do abuso dos preços de vinho no Brasil. Apesar de valer a pena, podemos achar vinhos melhores nesta faixa de preço.
Fiquei decepcionado com a seleção do mês, esperava mais da oferta de abril, já que escolheram um país com tradição em excelente vinhos(Portugal), como toda a linha da Esporão, Paulo Laureano, etc.
O Vinho tem como base uma uva bem conhecida entre aqueles quem apreciam vinhos portugueses, a Touriga Nacional, uva nobre lusitana que já esta sendo cultivada com sucesso no nordeste Brasileiro. Para quem deseja uma boa dica, o vinho Rio Sol Winemaker's Touriga Nacional é um exemplar de muito boa qualidade do Vale do São Francisco.
Sobre a bebida, apresenta um visual com rubi forte. No olfato apresenta um buquê doce, com destaque ao caramelo, em sua evolução durante a noite foi ficando mais claro um fundo com ameixa seca. 
Na boca é agradável, leve e adstringente com media persistência, uma acidez elevada sem incomodar o paladar, macio na língua que lhe permite manter o equilíbrio. Posso dizer que é um vinho fácil de beber.
Touriga Nacional

Tenho duas garrafas, deixei a outra na adega evoluindo, espero que com o passar do tempo, os taninos fiquem mais claros e a persistência se prolongue.

Não fiz nenhum prato para harmonizar, mais acredito que acompanhe bem carnes vermelhas magras e massas. 


Nota:82/100


 Visual
  Rubi forte
 Olfativo
 Doce, Caramelo e ameixa seca
 Gustativo 
  Leve, macio e taninos agradáveis
 Harmonização
 Carne vermelha leve, massas


               


          
 
      

    

terça-feira, 2 de abril de 2013

Vinho Verde Ponte de Lima Branco 2010


Vinícula: Adega Coop. Ponte Lima
País: Portugal 
Região: Ponte de Lima
Tipo: Branco
Uva(s): Loureiro, Trajuda, Arinto 
Álcool: 10.5 %

Em uma noite chuvosa no Rio de Janeiro, nada melhor para acompanhar um bolinho de bacalhau do que um bom vinho português.
Seguindo indicações de um legítimo lusitano, abrimos a garrafa de vinho verde, Pontes de Lima (2010), sem grandes expectativas. No entanto, a surpresa foi boa. 
Primeiramente, sobre o vinho podemos dizer que é honesto em relação a seu custo e benefício. 
É um vinho de corpo leve que em sua aparência, nos mostra um tom amarelo-esverdeado bem claro e borda dourada translúcida. 
No olfato percebemos notas cítricas marcantes com destaque à maça-verde. Na boca sentimo-lo, ácido equilibrado, levemente amanteigado e bastante refrescante.
Por fim, destacamos também a facilidade para bebê-lo considerando seu baixo teor alcoólico. 

Nota: 81/100



 Visual
 Verde-claro e dourado
 Olfativo
 Cítrico e maça verde 
 Gustativo
 Corpo leve e amanteigado
 Harmonização
 Peixe, Bacalhau e Saladas