Mostrando postagens com marcador Riesling. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Riesling. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 1 de maio de 2014

Hartenberg Weisser Riesling 2008 #CBE

Vinícola: Hartenberg
País: Africa do Sul
Região: Stellenbosch
Tipo: Branco
Uvas: Riesling
Álcool: 13,2%

O tema da Confraria Brasileira de Enoblogs (#CBE) de Abril/2014 foi a uva Riesling. Escolhi sem arrependimento o Sul Africano Hartenberg Weisser Riesling 2008 para degustar e escrever .

Stellenbosch é a principal região vinícola sul-africana, e a segunda colônia europeia mais antiga na África do Sul. A região tem um clima mediterrânico, com verões quentes e invernos suaves, e fica aos pés das montanhas da Dobra do Cabo. 
A propriedade é da família Mackenzie. 

O atual rótulo Hartenberg existe desde 1985, embora esta propriedade já cultive uva e faça vinhos desde 1692 (antiga né?!). Ela é uma das poucas vinícolas que produzem a Zinfandel na Africa do Sul com ótimos resultados e se destaca pelos prêmios de seu Shiraz. O enólogo responsável pelo Riesling 2008 aqui analisado é o Carl Schultz.

Já o Weisse do rotulo é usado para demarcar a verdadeira uva Riesling alemã e principalmente para diferenciá-la de suas parentes de pior qualidade.

Vamos ao vinho: na taça me apresentou uma cor amarelo palha com bordas douradas. No olfato é bem complexo com aromas florais, limão siciliano e alecrim. Na boca é leve, com algum açúcar residual, toques cítricos (limão) e mineral, com boa persistência do final de boca. A acidez se mostra presente, mais já demostra que esta perdendo a força.

Embora tenha achado que sua curva evolutiva já esteja na etapa descendente, ele se mostrou um excelente vinho. Fiquei com uma ótima impressão e querendo provar as safras mais recentes.

Nota: 90/100

 Visual
Amarelo palha com bordas douradas
 Olfato
Floral, limão siciliano e alecrim
 Gustativo
Leve, açúcar residual, citrico/mineral e boa persistência.
 Harmonização
Cozinha oriental.

Por Jonas Magalhães