Mostrando postagens com marcador Torrontés. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Torrontés. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Maia Torrontés 2012

Vinícola: Andesgrapes
País: Argentina
Região: Mendoza
Tipo: Branco
Uvas: Torrontes

Álcool:13,6%
Preço: R$38,00


Um vinho da região de Mendoza, embora seja a maior e melhor região para vinhos na Argentina. Quando se fala em Torrontés, prefiro os exemplares da região de Salta.

Vamos ao vinho, na taça destaca-se a cor amarelo palha. No olfato apresenta aromas adocicados de frutas brancas( como fruta de conde), um floral(jasmim) doce também com um pouco de maracujá.

Na boca reafirma os aromas do olfato, com destaque para um retrogosto doce. Menos ácido que os exemplares de salta e mais aromático, o que é mais acentuado nos mendocinos.

Este exemplar tipico de Mendoza, principalmente pela amplitude aromática. É ótimo para acompanhar a culinária oriental. 


 

 Visual
Amarelo palha
 Olfato
Floral(jasmim), Frutas brancas(fruta de conde) e maracujá.
 Gustativo
Retrogosto doce, aromático e média acidez.
 Harmonização
Culinária oriental

Por Jonas Magalhães

sexta-feira, 7 de março de 2014

Crios Torrontes 2012

Vinícola: Dominio Del Plata
País: Argentina
Região: 
Valle Calchaquies - Salta
Tipo: Branco
Uvas: Torrontés

Álcool: 13,9%
Preço: 38,00


A 1700m de altitude, a enóloga Susana Balbo cultiva suas parreiras de Torrontés no Valle Calchaquies, na província de salta. Reconhecida como melhor terroir para tal uva branca, destaque na Argentina.

Na taça me apresentou uma cor amarelo palha já com tons de ouro. No olfato é doce, com destaque para pêssego e damasco. Também algo floral e mel. Na boca me lembra muito vinhos mais untuosos e doces, como os feitos com a casta Gewurztraminer e a Viognier. Não chega a ser enjoativo. É elegante, suculento, reproduzindo o damasco em calda na boca. Apresenta uma baixa acidez. Recomendo servir em uma temperatura baixa. 

Torrontés é uma uva bem aromática, nesse
Crios Torrontes 2012 não é diferente. Para ser sincero até o achei aromático passando do ideal. Na minha harmonização, acabei deixando um pouco do vinho para acompanhar a sobremesa e foi muito bem com um cheesecake. Tem Torrontés melhor no mercado, mais recomendo experimentar 
Crios Torrontes 2012.


 

 Visual
Amarelo palha já com tons de ouro
 Olfato
Pêssego, damasco, algo floral e mel
 Gustativo
Elegante, suculento, damasco em calda na boca e baixa acidez
 Harmonização
Comida Japonesa

Por Jonas Magalhães



sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Alta Vista Premium Torrontés 2011

Vinícola: Alta Vista
País: Argentina
Região: Salta
Tipo: Branco
Uvas: Torrontés

Álcool: 14%


Quem acompanha meu blog, sabe que dou bastante destaque a casta Torrontés e fico feliz com seu crescimento no mercado internacional. Uma das minha preferidas, quando se trata de vinhos brancos.

Escrevo hoje sobre uma estrala dessa casta. Alta Vista Premium Torrontés 2011, é um vinho bem pontuado e premiado pelos especialistas. Feito com uvas originarias da região que tem obtido os melhores resultados com esta casta, os vinhedos de alta altitude de Salta na Argentina.


Vamos ao vinho, na taça  é amarelo palha com tons esverdeados. No olfato é bem aromático e complexo, com aromas de flores brancas(jasmim) e frutas brancas como pera e melão. Complementa com aromas de pêssego e maracujá. Na boca tem um toque leve mineral, salino e cítrico. Algo também que lembre damasco e novamente o maracujá. Refrescante e com bom final de boca, prolongado.

É um vinho que procuro sempre ter na adega. Fácil de se achar para comprar, vale cada centavo. 



 Visual
Amarelo palha com tons esverdeados
 Olfato
Frutas e flores brancas
 Gustativo
Cítrico e leve mineral
 Harmonização
Frutos do mar e culinária japonesa
Por Jonas Magalhães


quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Las Perdices Torrontes 2012

Vinícola: Viña Las Perdices
País: Argentina
Região: Salta
Tipo: Branco
Uvas: 
Torrontés
Preço: R$ 50,00
Álcool: 14%

Em visita a Buenos Aires, a curiosidade sobre a Torrontés me levou a experimentar este vinho. Escolhido em uma degustação de vinhos argentinos.

Um vinho que na taça me apresenta um amarelo palha, bem translucido e com tons dourados. No olfato é bem floral e com leves aromas de pera e pêssego. Na boca é equilibrado, destaque para o corpo frutado(cítrico) e sua boa acidez. Um toque ligeiro de minerais e um ótimo final de boca.
Me surpreendi com o olfato com um floral intenso e gostoso e na boca um vinho diferente, com boa acidez e frutado. Ótimo vinho.

Nota: 90/100

 

 Visual
Amarelo palha translucido
 Olfato
Floral
 Gustativo
Equilibrado, refrescante, toque mineral e frutado 
 Harmonização
Saladas, frutas e sorvete.
Por Jonas Magalhães

sábado, 20 de julho de 2013

Goulart T 2012

Vinícola: Bodega Goulart
País: Argentina
Região: Salta
Tipo: Branco
Uva: Torrontés
Álcool: 14,2%


O clima tropical do Brasil é ideal para apreciar vinho leves e refrescante. Por isso o vinho branco é sempre bem indicado para os dias quentes.

O Goulart T 2012, da uva Torrontes, é um bom exemplar da casta que está em expansão no mercado. A bebida é leve, refrescante e frutada. Na taça apresenta uma coloração lembrando palha, com dourado claro nos bordos.

No olfato percebemos, sem pestanejar, aromas de frutas e flores brancas, com destaque para o lírio, o melão e a pêra. Na boca é refrescante, equilibrado e um pouco amanteigado. É ideal para acompanhar frango, legumes cozidos e comidas aromáticas, como a japonesa e a tailandesa.


Hoje talvez sua maior qualidade seja a de custo-benefício. Podemos encontrá-lo por cerca de R$25,00. Sendo assim, fica a dica de um bom vinho branco para os dias quentes, ou ainda, iniciar uma degustação.

Nota: 86/100


 Visual
 Palha com dourado
 Olfato
 Lírio, pera e melão
 Gustativo
 Refrescante, leve e equilibrado
 Harmonização
 Frango e comidas orientais(Japonesa e Tailandesa)

Por Renata Cardoso


segunda-feira, 27 de maio de 2013

Alta Vista Classic Torrontés 2011

Produtor: Alta Vista
Tipo: Branco
Castas: Torrontés
Safra: 2011
País: Argentina
Região: Salta
Álcool: 14,0%


Alta Vista é uma das vinícola que mais sabem explorar o potencial da uva torrontes na Argentina, faz ótimo vinhos desta casta. Vale destacar que o terroir de Salta produz ótimos vinhos brancos.
Alta Vista Classic Torrontés 2011 é a linha básica da vinícola para esta casta. Na degustação me apresentou algumas boas características: na taça uma cor palha bem clarinha, esverdeada.  No olfato um aroma forte de abacaxi, que depois foi diminuindo com a sua evolução na taça. Na boca apresentou nitidamente minerais e uma acidez equilibrada e sem grande persistência, foi levemente amanteigado. A bebida evoluiu muito rápido na taça. 
O achei um vinho honesto, vale o que se paga, mais se o leitor puder conhecer a linha premium deste vinho(Alta Vista Premium Torrontés 2011), vale a pena gastar um pouco mais e degustar um dos melhores torrontes da Argentina. Porém se quiser economizar um pouquinho e ainda experimentar um bom vinho branco argentino, o Alta Vista Classic Torrontés 2011 é uma boa dica.

Nota: 85/100


 Visual
 Palha
 Olfativo
 Abacaxi
 Gustativo
 Minerais, equilibrado, pouca persistência.
 Harmonização
 Peixe, camarão, petiscos.