Mostrando postagens com marcador Trincadeira. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Trincadeira. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Tapada de Villar Tinto 2011

Vinícola: Quinta das Arcas
País: Portugal
Região: Alentejo
Tipo: Tinto
Uvas
: 40% Allicante Bouschet, 30% Touriga Nacional, 20% Aragonez, 10% Trincadeira
Álcool: 14%
Preço: R$36,00 (Bodega Express)


Uma perola alentejana. Tapada de Villar Tinto 2011 me surpreendeu positivamente. Um vinho rico e muito agradável à um preço acessível. 

Na taça me apresentou um cor rubi forte. No olfato é complexo, com aromas de frutas negras e vermelhas em compota, café e chocolate amargo. Na boca é suculento, ótimo corpo, taninos bem macios e final de boca prolongado e agradável.

Excelente custo beneficio, voltarei a comprar outras garrafas. Me agradou muito.



 Visual
 Rubi intenso
 Olfato
Frutas em compota, café e chocolate amargo
 Gustativo
Suculento, taninos macios e final de boca longo e agradável
 Harmonização
Queijos e carne

Por Jonas Magalhães

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Paulo Laureano Premium Tinto 2010

Vinícola: Paulo Laureano Vinus
País: Portugal
Região: Alentejo
Tipo: Tinto
Uvas: 
Aragonez 40%,Tricandeira 40%, Alicante Boushet 20%.
Álcool: 13%


Paulo Laureano é um famoso enólogo português, do Alentejo. Analisamos aqui um vinho que traz seu nome, na linha premium. Que passa por 6 meses estagio em barricas.

É um vinho que nos apresenta um visual intenso, rubi, bem brilhante. No olfato destaca os aromas de frutas em calda(destaque para a cereja), toque discreto de madeira. Na boca é elegante, equilibrado e repete o frutado do nariz. Com taninos macios e um final de boca agradável.

É um bom vinho, que vale o que se paga. Honesta sua relação custo-beneficio.


 Visual
Rubi intenso brilhante.
 Olfato
Frutas vermelhas em calda.
 Gustativo
Equilibrado, taninos macios e elegante.
 Harmonização
Pernil de porco.

Por Jonas Magalhães


quinta-feira, 18 de abril de 2013

Monte Velho Tinto 2011

Vinícola: Herdade do Esporão
País: Portugal
Região: Alentejo, Portugal 
Tipo: Tinto

Uva(s): Aragonês, Trincadeira, Castelão
Álcool: 14.0 %

Escrever sobre vinho é ótimo, especialmente quando falamos de um bom vinho e sobre tudo honesto, que poderá proporcionar bons momentos sem onerar muito ao nosso bolso.
O Monte Velho é uma ótima dica para quem quer compor sua adega com um vinho para todos os momentos. Já tinha bebido os anos anteriores, gostei especialmente de 2010 e 2008. O ano que aqui analiso (2011) não decepcionou, mostrou a regularidade da vinícola Esporão, uma das mais tradicionais de Alentejo.
Com um breve (06 meses) estagio em barricas (carvalho e inox), o vinho trás uma complexidade boa e com a característica de um bom vinho jovem.
No olfato é um vinho simples e agradável, sem grandes complexidades, me trouxe uma lembrança de terra molhada. Na boca é muito redondo, macio e com uma boa textura, fácil e gostoso de beber.
Vale cada centavo que custa, muito boa opção para compor sua adega.
Uma curiosidade que poucos sabem é que uma das uvas que compõe esse assemblage é a Tempranillo, uva da família da Vitis vinifera, uma das castas mais conhecidas da Península Ibérica. Originária do norte da Espanha, também é muito cultivada em Portugal, onde é geralmente conhecida como Aragonez, ou Tinta Roriz na região do Douro.

Nota: 84/100


 Visual
 Rubi 
 Olfativo
 Terra Molhada
 Gustativo
 Leve, macio, redondo 
 Harmonização
 Pizza