segunda-feira, 15 de abril de 2013

Proeza Tradicional Dão 2010

Vinícola: Van Zeller 
País: Portugal
Região: Dão, Portugal
Tipo: Tinto
Uva(s): Touriga Nacional, Tinta Roriz e Alfrocheiro
Álcool: 13.0 %

Caro amigo(a), aqui escrevo minhas impressões sobre o Proeza Tradicional Dão 2010 que me saiu pela associação à um clube de vinho da internet por R$ 46,00. Desde já deixo minha opinião sobre o preço: acho que é honesto, vale o que se paga, sem entrar no debate do abuso dos preços de vinho no Brasil. Apesar de valer a pena, podemos achar vinhos melhores nesta faixa de preço.
Fiquei decepcionado com a seleção do mês, esperava mais da oferta de abril, já que escolheram um país com tradição em excelente vinhos(Portugal), como toda a linha da Esporão, Paulo Laureano, etc.
O Vinho tem como base uma uva bem conhecida entre aqueles quem apreciam vinhos portugueses, a Touriga Nacional, uva nobre lusitana que já esta sendo cultivada com sucesso no nordeste Brasileiro. Para quem deseja uma boa dica, o vinho Rio Sol Winemaker's Touriga Nacional é um exemplar de muito boa qualidade do Vale do São Francisco.
Sobre a bebida, apresenta um visual com rubi forte. No olfato apresenta um buquê doce, com destaque ao caramelo, em sua evolução durante a noite foi ficando mais claro um fundo com ameixa seca. 
Na boca é agradável, leve e adstringente com media persistência, uma acidez elevada sem incomodar o paladar, macio na língua que lhe permite manter o equilíbrio. Posso dizer que é um vinho fácil de beber.
Touriga Nacional

Tenho duas garrafas, deixei a outra na adega evoluindo, espero que com o passar do tempo, os taninos fiquem mais claros e a persistência se prolongue.

Não fiz nenhum prato para harmonizar, mais acredito que acompanhe bem carnes vermelhas magras e massas. 


Nota:82/100


 Visual
  Rubi forte
 Olfativo
 Doce, Caramelo e ameixa seca
 Gustativo 
  Leve, macio e taninos agradáveis
 Harmonização
 Carne vermelha leve, massas


               


          
 
      

    

Bueno Paralelo 31º 2010

Vinícola: Bueno Bellavista Estate 
País: Brasil
Região: Campanha Gaúcha, Brasil
Tipo: Tinto
Uva(s): Cabernet Sauvignon, merlot e Petit Verdot
Álcool: 13.5 %

Hoje aproveitei que deu uma esfriada no tempo para tomar um vinho com minha companheira. Perguntei se tinha alguma preferência, ela me disse para surpreende-la, então, escolhi este vinho. Em geral bebemos vinhos de baixo custo e importado, mais dessa vez, escolhi o Bueno Bella Vista Estate Paralelo 31º 2010, um exemplar nacional conhecido pela parceria entre o narrador Galvão Bueno e a vinícola Miolo, hoje vendido a um preço elevado(R$80,00). Na época o adquiri por uma associação à um clube de vinhos por R$40,00, um valor mais acessível.
Sem que ela soubesse a escolha, lhe ofereci a taça e logo gostou muito, conseguiu perceber no olfato o tabaco e, na boca, o equilíbrio do vinho. 
Agora vamos para as outras impressões da bebida: é um blend com Carbernet Sauvignon, Merlot e Petit Verdot de cor Rubi; no olfato as frutas vermelhas são marcante, como ela alertou: o tabaco e o torrado presentes; na boca apresenta corpo mediano e equilibrado.
Se tiver a oportunidade, amigo leitor, aproveite e prove pois vale a pena. Afinal, n'um dia friozinho, nada melhor que um bom vinho com a pessoa amada.

Nota: 83/100



 Visual
  Rubi
 Olfativo
 Frutas Vermelhas, Tabaco
 Gustativo
 Corpo médio, equilibrado 
 Harmonização
 Rosbife


Por Alexandre Oliveira











 

terça-feira, 9 de abril de 2013

Polo Profesional Malbec 2011

Hoje abordamos um vinho tipico dos nossos Hermanos: um Malbec.

Depois de ver pela internet as avaliações deste vinho, resolvi comprar, principalmente pelo preço(R$ 28). Não me arrependi, como já tinha lido é uma excelente relação custo-beneficio.

Um vinho fácil de beber, para ele ficar ainda melhor: abra e o deixe respirar por pelo menos meia hora.

É um vinho de visual intenso, apresenta um rubi forte. No olfato não apresenta um buque amplo, mais é bom, a baunilha foi a nota que mais notei.

Na boca é equilibrado, fácilmente o reconhecemos como um bom malbec argentino, é encorpado, com taninos fortes, macio e agradável no final.

Enfim, é uma boa escolha, principalmente se levamos em conta seu preço.

Nota: 83/100

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Toro Loco, seus amigos vão gostar deste vinho.


Todos dizem que o vinho aproxima os amigos, o que é verdade.
No Brasil, normalmente encontramos pessoas que tem o bobo preconceito com o vinho ou o acha uma bebida ruim, amarga, etc. Muito disso tem relação com algumas experiências “traumáticas”, onde os vinhos de péssima qualidade que existem por ai  dão o tom.

O Toro Loco (Espanha - Tempranillo 2011) é um vinho que você pode apresentar aquele amigo que diz não gostar da bebida. Não é o melhor do mundo, mas é um vinho gostoso de beber. Na boca é saboroso, bem frutado e com taninos macios. Possui uma bela cor rubi e além de tudo é barato. 
Se você tem um amigo e quer introduzi-lo ao mundo do vinho, apresente esta garrafa e sua confraria ganhará mais um adepto.  


terça-feira, 2 de abril de 2013

Vinho Verde Ponte de Lima Branco 2010


Vinícula: Adega Coop. Ponte Lima
País: Portugal 
Região: Ponte de Lima
Tipo: Branco
Uva(s): Loureiro, Trajuda, Arinto 
Álcool: 10.5 %

Em uma noite chuvosa no Rio de Janeiro, nada melhor para acompanhar um bolinho de bacalhau do que um bom vinho português.
Seguindo indicações de um legítimo lusitano, abrimos a garrafa de vinho verde, Pontes de Lima (2010), sem grandes expectativas. No entanto, a surpresa foi boa. 
Primeiramente, sobre o vinho podemos dizer que é honesto em relação a seu custo e benefício. 
É um vinho de corpo leve que em sua aparência, nos mostra um tom amarelo-esverdeado bem claro e borda dourada translúcida. 
No olfato percebemos notas cítricas marcantes com destaque à maça-verde. Na boca sentimo-lo, ácido equilibrado, levemente amanteigado e bastante refrescante.
Por fim, destacamos também a facilidade para bebê-lo considerando seu baixo teor alcoólico. 

Nota: 81/100



 Visual
 Verde-claro e dourado
 Olfativo
 Cítrico e maça verde 
 Gustativo
 Corpo leve e amanteigado
 Harmonização
 Peixe, Bacalhau e Saladas