segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Os melhores vinhos do ano no Simplificando o Vinho.

O ano de 2013 foi especial para o site Simplificando o Vinho. Começamos nossas atividades em março deste ano e nós sentimos ultra satisfeitos com os resultados. Conquistamos amigos e parceiros. Ensinamos e aprendemos muito com todos que participaram de alguma forma de nosso site.

Realizamos esse post especial, com os vinhos que se destacaram em 2013 aqui no site. Sempre alertamos nossas notas e análises são produto de experiência e gosto particular. Aqui escrevemos os vinhos especiais de 2013 ao nosso gosto e opinião dos leitores via site ou rede sociais. Sinta-se a vontade para opinar.



Vinho Tinto

Medalha de Ouro: Carmelo Patti Cabernet Sauvignon 1996
Medalha de Prata: Errazuriz Max Reserva Cabernet Sauvignon 2009
Medalha de Bronze: Febre Montmayour Gran Vin 2008


Vinho Branco 

Medalha de Ouro: Alta Vista Premium Torrontés 2011
Medalha de Prata: Las Perdices Torrontés 2012
Medalha de Bronze : Canepa Finísimo Sauvignon Blanc 2012


Outros 

Medalha de Ouro: Villa Francioni Rosé 2012
Medalha de Prata: Villa Sandi Prosecco Il Fresco DOC
Medalha de Bronze: Espumante Casa Valduga Arte Brut 2012


Custo-Benefício

Medalha de Ouro: Marques de Pluma Crianza 2007 por R$19,00
Medalha de Prata: Terrazas Reserva Malbec 2010 por R$28,00
Medalha de Bronze: Tapada de Villar Tinto 2011 por R$27,00



Feliz ano novo! Saúde


sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Alta Vista Premium Torrontés 2011

Vinícola: Alta Vista
País: Argentina
Região: Salta
Tipo: Branco
Uvas: Torrontés

Álcool: 14%


Quem acompanha meu blog, sabe que dou bastante destaque a casta Torrontés e fico feliz com seu crescimento no mercado internacional. Uma das minha preferidas, quando se trata de vinhos brancos.

Escrevo hoje sobre uma estrala dessa casta. Alta Vista Premium Torrontés 2011, é um vinho bem pontuado e premiado pelos especialistas. Feito com uvas originarias da região que tem obtido os melhores resultados com esta casta, os vinhedos de alta altitude de Salta na Argentina.


Vamos ao vinho, na taça  é amarelo palha com tons esverdeados. No olfato é bem aromático e complexo, com aromas de flores brancas(jasmim) e frutas brancas como pera e melão. Complementa com aromas de pêssego e maracujá. Na boca tem um toque leve mineral, salino e cítrico. Algo também que lembre damasco e novamente o maracujá. Refrescante e com bom final de boca, prolongado.

É um vinho que procuro sempre ter na adega. Fácil de se achar para comprar, vale cada centavo. 



 Visual
Amarelo palha com tons esverdeados
 Olfato
Frutas e flores brancas
 Gustativo
Cítrico e leve mineral
 Harmonização
Frutos do mar e culinária japonesa
Por Jonas Magalhães


quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Tapada de Villar Tinto 2011

Vinícola: Quinta das Arcas
País: Portugal
Região: Alentejo
Tipo: Tinto
Uvas
: 40% Allicante Bouschet, 30% Touriga Nacional, 20% Aragonez, 10% Trincadeira
Álcool: 14%
Preço: R$36,00 (Bodega Express)


Uma perola alentejana. Tapada de Villar Tinto 2011 me surpreendeu positivamente. Um vinho rico e muito agradável à um preço acessível. 

Na taça me apresentou um cor rubi forte. No olfato é complexo, com aromas de frutas negras e vermelhas em compota, café e chocolate amargo. Na boca é suculento, ótimo corpo, taninos bem macios e final de boca prolongado e agradável.

Excelente custo beneficio, voltarei a comprar outras garrafas. Me agradou muito.



 Visual
 Rubi intenso
 Olfato
Frutas em compota, café e chocolate amargo
 Gustativo
Suculento, taninos macios e final de boca longo e agradável
 Harmonização
Queijos e carne

Por Jonas Magalhães

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Feliz Natal

Desejamos a todos um feliz natal. Com muita felicidade e harmonia. Ao lado de pessoas queridas e bons vinhos!
Sejamos felizes! Saúde!


"Na minha adega guardo todo tipo de vinhos e versos... a situação trará a tona a garrafa que a situação exigir."
Vini'Opoeta

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Receita: Rabanada com calda de vinho do Porto

Foto: Fabio Rossi

Natal se aproximando. Indicamos hoje uma receita pra lá de tradicional para essa ocasião. Escrevemos dicas de uma boa harmonização, para quem quer acompanha essa deliciosa rabanada com um bom vinho.

Ingredientes


2 bengalas de pão de 500 g cada, amanhecidas
500 ml de leite
4 ovos inteiros batidos
Óleo para fritar
Açúcar e canela para polvilhar

Calda

500 g de açúcar
300 ml de água
Casca de uma laranja
1/2 cálice de vinho do Porto

Modo de Preparo

Corte as bengalas em fatias diagonais de um dedo de espessura.
Coloque as fatias numa assadeira de regue com bastante leite frio para umedecerem.
Esprema um pouco as fatias entre as palmas das mãos, sem quebrá-las, e passe-as pelos ovos batidos.
Frite-as em óleo bem quente, virando-as para dourarem dos 2 lados. Escorra em papel-toalha e polvilhe com açúcar e canela.
Calda. Misture o açúcar e a água com a casca de laranja. Leve ao fogo e deixer ferver por uns 3 minutos.
Adicione o vinho do Porto, espere ferver e tire do fogo. Espere esfriar. Sirva as rabanadas acompanhadas da calda.
Obs: Outra boa dica é acrescentar na calda pequenas frutas secas como: nozes; passas; amêndoas; figo seco ou avelãs.

Harmonização

A dica segura para não errar é harmonizar com um bom vinho do porto. Mais podemos acompanhar com vinhos e espumantes da casta Moscatel.