sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Salada Mediterrânea com vinho para o "projeto verão"


Com o clima esquentando e a aproximação do verão. As saladas entram em moda. Por ser uma refeição leve e refrescante ou até mesmo por ajudar na dieta do "projeto verão".

Hoje trazemos uma receita de salada mediterrânea, uma opção fácil e rápida. Que acompanha os dias quentes, dieta e harmoniza com bom vinho.

INGREDIENTES

  • 1 pé de alface americana
  • 1 pé de rúcula
  • 200 g de damasco seco
  • 200 g de nozes
  • 4 Tomates cereja
  • 1 pimentão vermelho
  • 1 pimentão verde
  • Um maço pequena de cebolinha picadinha
  • 1 iogurte natural
  • 1 requeijão tipo Philadelphia
  • Sal e azeite a gosto


Modo de Fazer

Rasgue a alface e a rúcula em tamanhos pequenos/médios
Pique em pedaços bem pequeninos o damasco, as nozes e os pimentões. Fatie os tomates.
Misture esses ingredientes com as folhas
Para o molho da salada: misture a cebolinha bem picadinha, o iogurte e o queijo philadelphia.
Acrescente sal e azeite, a gosto.

Harmonização

Um salada bem fresca e leve, indicamos para acompanha-la um Espumante Brut. No entanto pode escolher também um vinho Rosé ou um Sauvignon Blac bem refrescante. Opções para valorizar o prato e incrementar sua refeição.

Saúde!


quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Goulart M The Marshall Reserva Malbec Single Vineyard 2010

Vinícola: Bodega Goulart
País: Argentina
Região: Mendoza
Tipo: Tinto
Uvas: 100% Malbec
Álcool: 14,2%
Preço: R$80,00


Um Malbec Argentino com sotaque brasileiro. A Bodega Goulard tem como proprietários a família paulistana Goulard. Sua vinícola tem obtido bons resultados, já analisamos aqui no site os bons Goulart T 2012 e o Bodega Goulart C Clásico 2011. Hoje trazemos o Goulart M The Marshall Reserva Malbec Single Vineyard 2010, vinho de bastante destaque da Bodega.

Vamos ao vinho: Apresenta uma coloração rubi forte com reflexos violáceos. No olfato destaca-se aromas intensos de frutas maduras(ameixa) e algo de especiarias doce como cravo. Na boca é sedoso, com volume médio, bem frutado e boa persistência. 

Um vinho bem agradável, muito correto. Destaque ao álcool bem integrado e os taninos bem macios. Pena o preço não ser muito atrativo.


 Visual
Rubi forte com reflexos violáceos
 Olfato
Frutas maduras(ameixa) e algo de especiarias doce como cravo
 Gustativo
Sedoso, com volume médio, bem frutado e boa persistência.
 Harmonização
Dica: Picanha Invertida

Por Jonas Magalhães


segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Vinho pode ajudar no seu sono.

Pesquisando sobre Vinho e nosso sono, encontrei uma pesquisa da Universidade de Milão, divulgado pelo site português Publico. Tal pesquisa afirma ter descoberto que as uvas utilizadas na fabricação de alguns dos vinhos tintos contêm altos níveis de melatonina, hormônio produzido por diversos animais e plantas, quando produzido em nosso organismo ao fim do dia induz e regula o sono, trazendo noite tranquilas.

Marcello Iriti e os seus colegas, que publicam os seus resultados na revista "Journal of the Science of Food and Agriculture", detectaram a presença desse hormônio do sono na pele das uvas Nebbiolo, Merlot, Cabernet Sauvignon, Sangiovese e Croatina.

“O teor de melatonina no vinho poderá ajudar a regular os padrões de sono, tal como acontece com a própria melatonina produzida pela glândula pineal nos mamíferos” afirma 
Marcello Iriti na revista.

Não é a primeira vez que o vinho tinto e as uvas que lhe dão origem são apontados como benéficos para a saúde. Estudos já apontam que o consumo moderado de vinho tinto poderia diminuir a taxa de “mau colesterol” no organismo e até ajudar a prevenir a doença de Alzheimer. Veja nosso especial de Vinho&Saúde.

O mesmo documento cita também um especialista mais céptico, Richard Wurtman do MIT, que acha que serão precisos mais estudos para confirmar que a substância agora detectada é mesmo melatonina.



Saúde!